Ansiedade, Transtorno de Ansiedade Generalizada, TAG

Ansiedade, Transtorno de Ansiedade Generalizada, TAG

Os medicamentos Ansiolíticos não devem ser usados por muito tempo, por causa de risco de dependência, de tolerância e de outros efeitos colaterais. Quando o tratamento for mais longo, preferimos Antidepressivos, Neurolépticos ou Betabloqueadores.

Ansiedade não se trata só com remédios. Muitos pacientes tomam medicamentos contra a Ansiedade e quando suspendem, ela volta. Ansiedade não é uma doença. Muitas vezes precisa eliminar as causas, quando elas vêm de fora ou fazer psicoterapia, quando ela vem de dentro. Algumas medidas podem melhorar muito sua qualidade de vida e baixar a ansiedade sem precisar usar constante de medicamentos:

  • Mudanças de hábitos.
  • Menos cafeína (café e refrigerantes).
  • Mais lazer.
  • Mais prazeres e menos deveres.
  • Yoga ou Meditação ou Tai Chi Chuan.
  • Psicoterapia.

Portanto, sempre que as páginas seguintes contiverem uma conduta medicamentosa, essa sugestão de conduta inclui os itens acima.

Zoloft pode perder o efeito?

Tenho TAG e um pouco de depressão e vinha me tratando há 1 ano e meio com Zoloft 100 mg e Wellbutrin 300 (para estimular a libido). Fiquei ótima, super bem, durante esse tempo todo. Ocorre que, no começo de julho, comecei a ter recaídas, a me sentir mal, triste, angustiada e com palpitações repentinas e desconfortáveis. Não tinha vontade de nada e um simples almoço ou compras que eu precisava fazer, me faziam ter essas sensações horríveis. Meu médico aumentou a dose do Zoloft para 200 mg e tirou o Wellbutrin. Isso há mais ou menos 3 semanas. Melhorei muito pouco. Sinto-me angustiada, com medo da morte, de faltar com meus filhos, de meu marido me deixar. O sofrimento é grande e não tenho mais qualidade de vida. É normal a medicação perder o efeito depois de certo tempo? Meu médico me disse para confiar nele, que isso o vai passar, mas estou muito preocupada e com muito medo.

Aparentemente o Zoloft não está funcionando. Pode ser porque ele não seja o medicamento adequado para você, ou porque existem em sua vida que pioraram a ansiedade. Respondendo à sua pergunta, sim o Zoloft pode perder o efeito. Gostaríamos de ajudar com algo mais concreto.

Toda a vez que escuto algo a minha mente repete automaticamente como se fosse um eco.

Nos últimos dois meses tenho sofrido bastante com isso, está me atrapalhando muito nos estudos e na minha vida social não consigo me concentrar naquilo que estou escutando parece que estou sempre observado minha mente, mesmo que eu tente segurar isso acaba tira a minha concentração estou meio sem rumo gostaria de saber o que fazer?

Procure um Psiquiatra, pois com esses dados não é possível diagnosticar.

Esqueci quais eram os meus objetivos há uma barreira entre meu quarto e o mundo lá fora

Gostaria de saber, se alguns sintomas que irei relatar, podem ser considerados uma doença psicológica. Estou desempregada há um ano e meio, e não consigo sair de casa, e às vésperas das entrevistas que marquei, entrei em pânico e não compareci. Não gosto que me olhem, não consigo ficar de pé dentro de um ônibus durante muito tempo, porque fico desesperada. Tenho problemas de saúde e costumo passar mal. Em todos os meus empregos, tive um ou mais problemas de saúde. Tive muitos pesadelos e não durmo sem algumas manias, que repito diversas vezes. Não tenho mais amigos e culpo o meu relacionamento. Explodo por motivos pequenos. Esqueci quais eram os meus objetivos há uma barreira entre meu quarto e o mundo lá fora. Isso é grave, não é?

Certamente é um quadro de muita ansiedade, provavelmente com Ataques de Pânico e alguns sintomas obsessivos e depressivos. Você não tem 4 ou 5 doenças diferentes OK, apenas várias manifestações de um só problema. Sugestão: procure um Psiquiatra para tomar um medicamento e acabar rapidamente com os sintomas. O Psiquiatra irá encaminhar a uma Psicoterapeuta para você recuperar a confiança e a autoestima. Em pouco tempo você deve estar bem.

Sinto o pescoço pulsar, taquicardia, dor no peito, tremedeiras nas pernas e os exames cardiológicos são normais.

Sinto o pescoço pulsar, uma bola na garganta, parestesias (formigamentos, agulhadas, choquinhos) na mão, pulso e antebraço esquerdos, parece que posso sentir as veias pulsando. Dores no ombro esquerdo, taquicardia e dor no peito, tremedeiras nas pernas e calorões pelo corpo, arrepios e pressão na cabeça, dores na mandíbula, dor nos músculos, também tive algumas vezes falta de ar nos últimos dias. Há dias em que nem tenho vontade de comer, só como por obrigação e não mais por prazer, tenho medo de fazer exercícios e passar mal, mesmo já tendo feito exames cardíacos. Quase tudo o que acontece comigo é do lado esquerdo do corpo.

Uma vez que você já foi ao cardiologista, vá a um clínico geral para excluir doenças orgânicas, na verdade bem improváveis pelas características desses sintomas. Se teu clínico geral concluir por ansiedade, ele certamente conhece algum psiquiatra na tua cidade para quem encaminhar.