Perguntas e Respostas: 

Skin Picking ou Mania de Cutucar

1) Chego a cortar com tesourinha e mastigo essa pele dura como um chiclete.

Pergunta 1:

Tenho o hábito de roer e comer unhas cutículas e a pele em volta das unhas, além de comer o solado do pé nas áreas mais grossas (raspo e como). Tenho também Tricotilofagia e outros mais terríveis.
Desde os 10 anos tenho Tricotilomania, mas só descobri o nome da doença dois anos atrás.

Era grave na adolescência, hoje, que tenho 53 anos, é esporádico.
Também roía unhas, mas parei aos dezoito anos.
Mas o motivo de meu contato é outro: procurei em vosso site e achei Picking, o nome mais adaptável à minha mania: eu cutuco com as unhas das mãos os meus pés e tiro uma pele dura, chego até a cortar com tesourinha e mastigo essa pele dura como um chiclete, até virar um pó e engolir.
Acho nojento, mas é incontrolável.

Quais medidas devo tomar para melhorar, a quem devo consultar, qual especialista?

Grata

Resposta:

Procure um psiquiatra.
O diagnóstico no teu caso é bem complexo, porque você tem sintomas de Picking, de Tricotilomania e também de Síndrome de Pica (ainda estamos escrevendo a página sobre Síndrome de Pica.
Esse conjunto de sintomas vai precisar de tratamento medicamentoso e psicoterápico.
O Psiquiatra irá recomendar uma Psicoterapeuta de discutir o caso com ela.


Pergunta 2:

Oi, sofro de Picking a 17 anos (tenho 30) e gostaria de saber: essa doença é a mesma coisa que Dermatilomania? Meu caso é de cutucar estritamente a pele do rosto, espremendo espinhas e cravos mesmo que minúsculos.
Faço isso rigorosamente todos os dias, pelo menos 2 vezes ao dia num ritual de pelo menos 1 hora e depois cubro as marcas e manchas com muita maquiagem.

O que observo é que no Brasil há pouca literatura sobre a doença. Sabe dizer se é mais rara que a Tricotilomania?
Em função disso, para maiores informações da doença procuro informações sobre Tricotilomania e as aplico ao meu caso, essa associação a Tricotilomania é correta ou essas doenças têm causas e tratamentos diferentes?

É possível alguém ter Dermatilomania e TOC? Um abraço.

Resposta:

Sim, Dermatilomania e Skin Picking são a mesma coisa.
A Tricotilomania é mais frequente que o Picking.
É possível ter TOC e Picking ao mesmo tempo.
Você só esqueceu de perguntar se deve tratar... Claro que deve, antes que fique toda marcada!


Pergunta 3:

Conheço uma pessoa que tem um comportamento descrito no vosso site. Sempre que tem as mãos livres tira as peles dos dedos. Este comportamento não é muito adequado quando, por exemplo, está à mesa, num espectáculo ou até a ver televisão...

Como deve calcular a pessoa em causa pensa que não precisa de ajuda de um terapeuta, então que fazer para a ajudar?
Como lhe demonstrar que o seu caso pode ter tratamento?

Resposta:

Explique talvez ela sofra de uma doença chamada Picking e que essa doença tem tratamento, geralmente um medicamento.

2) Mania de roer unhas pode ser uma doença chamada Picking?

Pergunta 1:

Gostaria que respondesse o porquê as pessoas roem unhas, por que são levadas a terem esse hábito. O que fazer para ajudar as pessoas que roem unhas, pois sabemos que existem aquelas que chegam se flagelar com essas atitudes.


Pergunta 2:

Meu marido é um comedor de unha compulsivo. Ele diz ter esta mania desde criança. Gostaria muito de ajudá-lo, pois ele detesta este vício. Não sei se este caso é para Psiquiatria.


Pergunta 3:

Olá, tenho 22 anos e gostaria de saber se é possível eu ter TOC? Tenho mania de roer as unhas e só para quando começam a sangrar ou quando dói muito. Sou muito ansiosa e quando estou ansiosa tenho mania de morder os lábios.

Fico me preocupando com a possibilidade de ter alguma doença, tenho palpitações, tenho muito medo de errar e sou muito indecisa. Se puder me dizer se isso tem alguma coisa relativa ao TOC ou talvez ansiedade, me responda, por favor.

Resposta:

Roer unhas pode fazer parte de um TOC sim, mas o mais comum é fazer parte do Picking.


Pergunta 4:

Eu roía as unhas, mas estou sem roer há uns dois meses. Sempre fui uma pessoa medrosa, tenho muito medo de doença, meu pai é do mesmo jeito. Tenho 38 anos e faz um mês que tenho uns medos sem lógica, medo de fazer algo ruim com a minha filha, que na minha cabeça é inconcebível, não existe essa possibilidade, mas aí vem um frio na barriga, taquicardia, tento mudar o pensamento, até que consigo, mas termino ficando preocupada achando que estou ficando com alguma doença.

Faço terapia e perguntei a terapeuta se isso era TOC e ela disse que eu não tinha a doença. Minha filha é meu tesouro e não entendo porque esse medo. Tenho muito medo de tomar remédio, pelos efeitos colaterais.

Faço ginástica, acupuntura, e estou tomando valeriana para acalmar. Vocês poderiam me ajudar? Não queria ter essa doença, as pessoas são muito cruéis com quem tem doença psíquica.

Resposta:

Se seu diagnóstico for mesmo TOC ou Picking, eles não passam apenas com exercícios nem Acupuntura nem Valeriana.


Pergunta 5:

Venho roendo unhas desde criança, não lembro a idade exata, lembro-me apenas de estar numa missa em uma igreja quando vi uma mulher de aproximadamente 27 anos, roendo unhas. Eu achei muito bonito, e comecei a imitá-la, mas achei sem graça nenhuma.

Continuei e acabei gostando, hoje tenho 25 anos estou casada e continuo roendo unhas. Já tentei parar algumas vezes, as unhas ficaram bonitas por algum tempo, mas eu percebo que estão fracas, finas e nunca voltarão a ser normais, e eu coloco na boca acho que estão finas/frágeis e volto a roer.

Tenho alguns traumas infantis, e não sei se estão relacionados. Eu lembro-me de quase tudo até hoje. Gostaria de saber se o ato de roer unhas esta relacionado com isto tudo, e o que eu poderia fazer para parar de roer unhas.

Resposta:

Roer as unhas pode ou não ter a ver com os fatos, provavelmente tem. De qualquer forma um tratamento combinado de Psicoterapia mais medicação, que pode ser Antidepressivo ou Neuroléptico (mesmo sem ter Depressão nem Psicose!) deve resolver o problema.

3) Porque quando trato TPM o meu Picking melhora?

Pergunta 1:

Olá, não fui diagnosticada, porém tenho certeza que estou com Skin Picking. Passo horas apertando minha pele, fico com a pele do rosto toda machucada. E isto está afetando meu dia a dia, pois perco muito tempo me cutucando.

Procurei tratamento com uma Psicóloga, ela faz Psicanálise e segue a linha de Lacan, porém não estou sentido que seja o tratamento mais adequado para mim.

No meu caso, seria mais indicado a Terapia Cognitivo Comportamental?

Resposta:

Sem dúvida, a Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) seria mais eficaz que Psicanálise ou Psicoterapia Lacaniana, mas seria mais eficaz ainda se o tratamento incluísse medicação, provavelmente neuroléptico.


Pergunta 2:

Tomo há exatos dois anos o Sertralina 200 mg ao dia, para tratar Picking e não estou melhorando.

Resposta:

Converse com teu Psiquiatra sobre Neurolépticos de alta potência (Risperidona, Saphris, Abilify, Aristab, etc.). Mesmo que a Sertralina (Zoloft, Tolrest) ajude no TOC, geralmente o tratamento de Skin Picking ou Dermatilomania costuma precisar de Neurolépticos.


Pergunta 3:

Olá desde a minha infância eu crio personagens em um mundo paralelo, já tentei parar mais nunca consegui, tenho 19 anos e a 7 vivo em dois mundos, o real e um imaginário, não sei mais o que fazer, não sei se é Esquizofrenia pois tenho noção de que não são reais, mas tenho apego a eles não consigo me livrar disso.

Além disso pratico automutilação e Skin Picking.

Resposta:

Olha, Esquizofrenia é muito difícil. Agora, Transtorno Borderline, é mais possível.


Pergunta 4:

Todo mês, alguns dias antes da menstruação, havia um dia que eu ficava extremamente irritada, pensava até em morrer, provocava discussões com meu esposo e tinha crises de choro.

Disse para meu ginecologista que acreditava estar tendo TPM, pois nem eu me suportava mais!
Ele me indicou o medicamento "Diserin", senti grandes melhoras pois o quadro descrito não mais se repetiu.

Percebi também que após o uso de Diserin consegui controlar uma mania que tenho de me "AUTO-MACHUCAR" quando estou muito ansiosa.
Todos estes sintomas que apresentei poderiam ser TOC, depressão ou algum outro transtorno...?
Ainda não procurei um psicólogo porque não gostaria de iniciar um tratamento com antidepressivos mais fortes; prefiro terapias alternativas.


Resposta:

Esse “auto machucar” que você fala, pode ser o Picking. O Diserin tem um Neuroléptico em sua composição, provavelmente é por isso que nos dias que você toma o Diserin, o Picking também melhora. Não existe mais o Diserin, mas costumamos mandar manipular fórmulas para tratar TPM com os mesmos componentes.

4) Picking com Tricotilomania, TOC e Anorexia Nervosa

Pergunta 1:

Sou uma mulher de 29 anos e estou preocupada com algumas coisas que só nos últimos meses me dei conta. Sempre fui uma pessoa criativa, porém com dificuldades de concluir a maioria das atividades por não achar que ficariam perfeitas, então conclui que sou organizada demais quando me concentro em algo.

Nos últimos meses percebo que tenho andado irritada, com umas manias estranhas (comer cutículas dos dedos em volta das unhas por exemplo, cutucar pequenos machucados para que não cicatrizem, me considerar uma pessoa forte e resistente para dor e não ter medo de me cortar se achar que é para o meu bem - exemplo: um pelo encravado que está profundo... E por aí vai).

Consegui me livrar de outras manias que eu tinha como: fazer barulho com a garganta, lavar a pia do banheiro para que não ficasse nenhuma marca branca de pingo de pasta de dente, parar de lavar as mãos várias vezes, morder os lábios, escrever textos exatamente com as mesmas letras sempre detestando encontrar textos com fontes de letras de tipos e tamanhos diferentes.

Mas não consigo me livrar de outras manias que me incomodam muito: padrões das coisas.

Chego a passar mal em alguns ambientes, se as portas não são todas iguais (cores e trincos diferentes), livros empilhados em ordem errada (maior em cima do menor), mesa com canetas fora do local certo e principalmente números ímpares em algumas situações - exemplo: não consigo ver na TV o volume em número ímpar - volume 9, me dá um treco, uma ansiedade, uma irritação que... Enquanto eu não mudar para o número 10 ou o número 8 não fico em paz.

Resposta:

Aparentemente você já sofreu de Síndrome de Tourette, tem um perfeccionismo ou obsessividade que te impede de concluir tarefas, pois nunca estão boas o suficiente e acabou desenvolvendo um TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) mais Picking ou Dermatilomania.

Porque não tratar?


Pergunta 2:

Dr. Rubens Pitliuk, bom dia! Meu nome é lrene e tenho uma filha com 14 anos que tem essa doença Picking. Ela já teve Anorexia Nervosa aos 12 anos...

Que faço? Isso se apresentou desde pequena, mas agora está mais evidente. Ela está tomando Zoloft 50 mg, tem muita ansiedade, mas como e adolescente tudo e mais difícil.
Moro aqui nos USA há 18 anos. Gostaria de uma “luz” sua: há cura? Obrigado por sua atenção.

Resposta:

Bom dia, lrene. Picking costuma dar para tratar sim, mas geralmente com Neurolépticos e não com Antidepressivos. Mas pelo jeito ela tem mais problemas do que um Picking isolado. Então provavelmente o tratamento seria Neurolépticos mais psicoterapia. Eventualmente até um antidepressivo também, mas não isolado.


Pergunta 3:

Olá, antes de mais descobri o vosso site e ele tem-me ajudado muito, principalmente com os depoimentos sobre Tricotilomania que eu sofro.

Tenho 39 anos e tomo calmantes e antidepressivos. O meu primeiro Psiquiatra diagnosticou-me neurose compulsiva. Tinha ataques de pânico, comecei a ter pavor de ficar sozinha em casa, a andar de transportes, além de ter mais tarde surgido outras obsessões com vozes e religião.

Bem isto tudo foi passando com Anafranil e um ansiolítico que era o Valium 10. Nestes anos todos por minha iniciativa parei de tomar durante 3 meses, mas a recaída foi tão forte que no próprio dia eu tive de correr para o Psiquiatra, estava tendo a sensação enorme que estava fora da realidade e com uma ansiedade que endoidecia.

Desta vez comecei a tomar Alprazolam 0,5 mg e continuo com o Anafranil 10 mg, duas vezes por dia. Bem eu que já tinha comportamentos obsessivos como espremer os pontos negros em todo o corpo tendo todos os anos de ir para a praia cheia de vergonha, sem dar conta comecei a arrancar cabelos da cabeça há + ou - 4 anos e não consigo parar.

A Depressão é constante e apesar de ter um marido muito amigo é muito difícil lidar com isto. Bem o meu grande sonho é ter um filho e penso que não posso esperar mais.

Já pesquisei tanto sobre a toma de antidepressivos e calmantes na gravidez, principalmente nos primeiros 3 meses e fiquei com a ideia que os benefícios superam os riscos mas tenho medo, principalmente que a Psiquiatra me diga que não posso engravidar tomando estes medicamentos ou então tenha que reduzir e eu acho que não vou conseguir. Basta passar a hora da toma 1 ou 2 horas e fico numa ansiedade enorme. Por favor me dê a sua opinião por favor. Obrigada.

Resposta:

Aparentemente você tem comorbidade de Tricotilomania e Picking. Certamente não será um tratamento simples, mas é possível.

Existem tratamentos que você pode fazer durante a gravidez, mas infelizmente não posso recomendar medicamentos específicos. Mas tenho certeza que se teu médico pesquisar, ele vai saber quais os medicamentos seguros. Desculpe.

5) Não paro de me cutucar e deixo meu rosto cheio de marcas e cicatrizes

Pergunta 1:

Olá, tenho mania de cutucar o rosto em cravos até ferir. Cutuco sem perceber e às vezes cutuco consciente mesmo. Já fazem anos e há 6 meses procurei um psiquiatra e ele medicou com cloridrato de Fluoxetina e Rivotril. No início até melhorei, mas agora voltei tudo de novo. O que o colega indica para melhorar?? Não sei mais o que fazer! Obrigada!

Resposta:

Infelizmente não podemos sugerir tratamentos específicos pela Internet. Mas leia as páginas de Picking e procure um Psiquiatra com experiência.


Pergunta 2:

Tenho 21 anos e sofro de compulsão. Espremo espinhas, cravos, mas quando começo não consigo parar. Meu rosto é todo manchado e meu corpo marcado por fazer isto. Depois que paro fico com muita raiva de mim mesma e não consigo nem me olhar no espelho.

Quando espremo algo e não sai nada enfio uma agulha pra ver se consigo tirar (ou cabelos encravados ou cravos mesmo). Estou grávida e a minha barriga esta cheia de feridinhos por causa desta minha compulsão, tenho vergonha de colocar minha barriga a mostra (ate mesmo pra fazer ultra). Como posso resolver o meu problema?

Resposta:

Aparentemente você sofre de uma doença chamada Picking, que pode ser tratada mesmo na gravidez. Procure um Psiquiatra


Pergunta 3:

Eu tenho mania de cutucar pernas com pinças, pois meus pelos encravam demais, só que muitas vezes nem estão encravados, isso e uma doença, têm tratamento?
Acontece que fico com as pernas todas feridas.


Pergunta 4:

São pequenas feridas, cicatrizam rápido, mas deixam minha pele manchada.
Não tive nem um trauma importante na infância. Já fiz e estou fazendo terapia (pelo menos tentando).
A antiga psicóloga me classificou como tendo, no máximo, uma depressão moderada.
Quais costumam ser as causas de alguém que tem um processo de automutilação?

Qual o tratamento? É uma doença?

Resposta:

Ferimentos que a própria pessoa provoca podem ser causados por:
Depressão, principalmente na adolescência.
Por algum tipo de abuso psicológico ou físico na infância.
Pela doença ou transtorno psiquiátrico chamado Picking.
Peça para tua psicóloga sugerir um psiquiatra de confiança para avaliar a necessidade de tratamento conjunto de terapia e medicação.

6) Logo depois que arranco é uma sensação tão boa...

Pergunta 1:

Tenho 21 anos, e estou com uma mania horrível de coçar, (cutucar) a cabeça, já faz mais ou menos uns três ou quatro anos já... E não consigo parar, como faço?

Resposta:

Pode ser Picking e tem tratamento.


Pergunta 2:

Conheço uma pessoa que tem um comportamento descrito no vosso site. Sempre que tem as mãos livres tira as peles dos dedos. Este comportamento não é muito adequado quando por exemplo está à mesa, num espetáculo ou até a ver televisão…

Como você deve imaginar, a pessoa em causa pensa que não precisa de ajuda de um terapeuta, então que fazer para a ajudar? Como lhe demonstrar que o seu caso pode ter tratamento?

Resposta:

Explique que provavelmente é uma doença (Picking ou Dermatilomania) e que tem tratamento. Imprima essa página e dê para ele.


Pergunta 3:

Tenho 18 anos, mas desde que me lembro tenho mania de arrancar feridas do meu corpo, como casquinhas da cabeça.
Já faz uns dois anos que tenho uma ferida na minha cabeça que não deixo sarar, nessa parte nem cresce mais cabelos.

Logo depois que arranco é uma sensação tão boa, que só consigo parar de cutucar quando arranco, aí sim me dou por satisfeita.

Por favor, me ajude!
O que posso fazer pra essa mania parar?

Resposta:

Procure um psiquiatra clínico.
Uma das dificuldades de tratar Picking é justamente essa sensação de prazer.

O nosso cérebro tem um circuito de neurônios chamado de Sistema de Recompensa e ele se satisfaz muito com esses rituais do Picking.
O mesmo ocorre em Tricotilomania, Compras Compulsivas, tabagismo, abuso de álcool e de drogas.

7) Cutting (mania de se cortar) pode ser sintoma de uma Depressão.

Pergunta:

Descobri que minha filha de 13 anos sofre de cutting há uns dois meses.
Foi medicada por um psiquiatra.
Na internet, encontrei o Projeto Borboleta e o To Write Love on Her Arms que têm ajudado a ela.
Mas e os pais? Existem grupos de apoio?
Devemos fazer terapia também para ajudar a lidar melhor com as questões da minha filha?
Tenho milhares de perguntas até sobre o dia-a-dia e não acho nada para ajudar a família a lidar da melhor forma possível com as novas questões.

Resposta:

Cutting nem sempre é o mesmo que Picking. Cutting (mania de se cortar) pode ser sintoma de:
Depressão, especialmente em adolescentes. Adolescentes depressivos que se cortam falam que a dor no corpo é melhor que a dor na alma.
Transtorno de Personalidade, inclusive Borderline
Ritual de pertencer a algum grupo, etc.

Infelizmente não conheço grupos de ajuda aos pais.
Mas seria importante vocês identificarem que tipo de problema leva sua filha ao Cutting.

© 2020 por mentalhelp