Quando encontro alguém meu rosto parece que vai explodir de tão vermelho.

Tratar Fobia Social com Psiquiatra do Einstein

Depoimento:

Meu nome é Beatriz e tenho 38 anos. Ao ler o conteúdo do site me encorajei a fazer esse relato, já que tenho sintomas nítidos de Fobia Social. Começou quando eu tinha uns 16 anos. Não consigo me relacionar com as pessoas em geral (amigos, parentes, estranhos) principalmente no serviço, em cursos, palestras, na mesa para refeições, festas e por aí vai.

O sintoma que mais me incomoda é a sudorese na face (e bota suor nisso).

Já teve casos de pessoas ficarem assustados com o suor, perguntando se eu estava passando mal.

A minha resposta é: está tudo bem (mas minha vontade mesmo é de sair correndo) sempre acho que o sintoma amanhã vai passar, mas esse amanhã não chega nunca e minha vida esta indo pelo ralo.

Fiz umas 15 sessões de Psicoterapia, mas sem resultado, desisti.

 

Depoimento:

Há algum tempo tenho tido reações que me vem preocupando um pouco e tem me causado um pouco de desconforto. Quando um conhecido encontra comigo em qualquer lugar, fico vermelha, nervosa, e chego até a tremer, meu coração dispara, e quase morro de vergonha porque meu rosto parece que vai explodir de tão vermelho.

Sou estudante de direito, e na faculdade não consigo nem fazer uma pergunta para o professor que fico vermelha, morrendo de medo e vergonha.

Existe tratamento, que medico devo procurar? Isso esta me prejudicando e esta me causando um enorme desconforto. Tenho pânico de ir ao supermercado, e encontrar um colega de faculdade e que ele venha a falar comigo.

 

Depoimento:

Tenho 23 anos, sou portuguesa e sofro de Fobia Social, coro, ou melhor fico super vermelha constantemente pelos motivos mais banais.

Transpiro muito, ficando com a roupa notavelmente molhada o que é muito desconfortável ainda mais para uma rapariga, e é muito complicado comer em público pois tremo no momento em que levo o comer á boca, já fui a 2 consultas a um Psicólogo, e 4 consulta de Psicoterapia Comportamental, mas não melhorei em nada, por isso desisti, tenho umas fases melhores e outras piores, devo ir a um Psiquiatra?

Já falei do meu problema em casa mas ninguém dá importância, e não sei onde me dirigir para ter uma consulta com um Psiquiatra e principalmente sem ser particular.

Comentário: sim, Fobia Social deve ser tratada com Psicoterapia mas também com medicação. O efeito é completamente diferente!

 

Depoimento:

Já fiz tratamento com Fonoaudiologia um ano e com Psicólogo a três anos. Tenho consciência algumas das causas. Gostaria de saber se existe algum tipo de medicamento para diminuir ou até curar a gagueira física.

Acho que isso está associado a Fobia Social. Sou muito inseguro, meu coração dispara, fico totalmente tenso quando vou falar em público. Não sempre.

Quando acontece facilmente entro em depressão. Tenho uma boa relação com as pessoas, tenho amigos levo praticamente a vida normal. Acontece mais freqüente com os amigos, ao expor um trabalho, na leitura e na relação com autoridades. Já na sala de aula, em meu trabalho isso não acontece.

Comentário: existem gagueiras que são tratadas com Fonoaudiologia e gagueiras que só se manifestam em situações de ansiedade. Estas podem melhorar com tratamento de Ansiedade.

 

Depoimento:

Só quem sabe realmente, quem sofre ou quem já sofreu esse mal pode ter uma idéia, do que é ser tímido.

Tenho 21 anos e toda minha vida fui tímido, com medo das pessoas, o que elas pensam de mim, uma baixa estima terrível, mas sempre procurei me esquivar desse mal como o uso de bebidas alcoólicas, aonde quando eu fazia o uso de álcool me transformava em outra pessoa, completamente diferente, felizmente drogas nunca usei.

A timidez me atrapalha muito no convívio social, me prejudica em minha profissão, em meus estudos, mas tenho em mente que esse mal pode ser sanado, basta ter força de vontade e a fé em Deus em minha concepção pode ser o pilar de minha reação, as vezes acho que eu tenho algum progresso, porém na maioria das situações estou sempre me deparando com a timidez, você pensa que é a pior pessoa do mundo, que ninguém tem consideração por você.

Achei esse Site por acaso e vi nele um instrumento para desabafar tudo aquilo que eu sinto, e não tenho coragem de expressar para ninguém, por isso estou aberto a sugestões, e tenho certeza que um dia eu vou me libertar desse terrível mal, conto com ajuda de todos.

 

Depoimento:

Bom, eu tenho 16 anos, e a muito tempo, acho que desde criança tenho timidez excessiva, não consigo me relacionar muito bem, tenho vergonha e medo das pessoas, do que vão pensar, se estão falando de mim.

Quando alguém chega perto para a falar comigo começo a suar, a ficar eufórica, com calor e a maioria das vezes com as mão geladas.

Não consigo ir sozinha a alguns lugares, não gosto de sair principalmente sozinha, sempre tenho que levar minha mãe junto, tenho medo.

Mais o que me motivou a procurar ajuda só agora é que desde o ano passado, muitas coisas aconteceram problemas: familiares, financeiros, relacionamentos que não deram certo, sofri demais com isso, repeti de ano por faltas, pois tinha medo e vergonha das pessoas (professores e amigos), pensava que elas estavam zombando de mim por faltar, ou por repetir, tenho autoestima instável, às vezes me acho linda outras um lixo, como por ansiedade, sinto muito sono, as vezes fico irritada do nada, já pensei em cometer suicídio, tenho necessidade que as pessoas me vejam com bons olhos, me sinto insegura, solitária e muito desanimada, muitas coisa como a escola que era o máximo para a mim, onde eu me dedicava por inteiro, hoje me assusta.

Às vezes me acho linda perfeita sou vaidosa outras o patinho feio e gordo. São muitas coisas...

E hoje mesmo estou aqui as 8:28 hs da manhã, escrevendo isso, era para a eu estar na escola, mais como eu faltei 2 dias por problemas de saúde, hoje não consegui ir a escola porque na hora que começo a me arrumar me desânimo e ficou com medo, taquicardia, fico em pânico.

Tenho vontade de ir e enfrentar e pronto, mas de repente vem esse pânico.

O passado não me deixa em paz, me assombra, não agüento mais as pessoas que estão ao meu lado só reclamar e falar de problemas.

Mais eu também não conto nada disso para ninguém, porque não adianta de nada e também porque podem pensar que eu sou louca, na verdade acho que estou quase mesmo.

Gostaria de saber o que eu tenho, será que alguma doença psicológica?