Falta de concentração e de memória em jovens

Tratamento de memória em  jovens

Pergunta:

Boa noite, Doutor! Estou tendo muita dificuldade em me concentrar no serviço. Estou errando muito, e dando prejuízo para a empresa. Fiquei um mês de férias e pensei que poderia ser o cansaço, porém continuo sem atenção e cometendo erros. Já não sei o que fazer. Me solicitam um serviço e logo penso "vou ter que entregar pronto de qualquer jeito", daí me desespero e nem sei por onde começar. Acabo ficando nervosa e muitas vezes faço errado. O pode ser?

Resposta:

Pode ser muita coisa, não dá para diagnosticar assim. Leia a página abaixo, sobre falta de memória em jovens. Comece por um Clínico Geral.

 

Pergunta:

Olá, boa tarde. Ultimamente, venho notado uma "demência" grande. Exemplo: é como se eu andasse com preguiça de executar minhas tarefas e precisasse da ajuda de alguém para isso. Sempre fui descansada, mas ultimamente isso tem me incomodado, por se tratar de tarefas que eu sei executar, mas parece que desaprendi. 

Tenho 27 anos e faço uso do Sibutramina, acompanhada por um Endocrinologista. Não tive efeito colaterais, mas essa "demência" seria um efeito da substância? 

Resposta:

Bom dia! Até pode Sr. um efeito colateral da Sibutramina, pode ser stress, cansaço, etc. Mas pode ser um problema neurológico.

O mais prudente é você consultar um Neurologista para ter certeza.

 

Pergunta:

Tomo Donaren Retard e Noctal à noite e gostaria de saber se posso tomar um medicamento chamado Nootropil ou Vicog. Faço faculdade tenho dificuldade em me concentrar.

Resposta:

Poder, provavelmente pode, mas quase certo que não vai ajudar você a se concentrar mais na faculdade.

Seria mais saudável você identificar a causa da falta de concentração e tratar adequadamente. Leia a página sobre falta de memória e concentração em jovens.

 

Pergunta

Genius X é um suplemento cerebral confiável? Já tomo o Venvanse, posso toma os dois juntos?

Resposta:

No site do Genius X não consegui encontrar a composição, portanto não posso afirmar nada.

 

Pergunta:

Tenho 19 anos e sou estudante de Enfermagem, mas tenho um sério problema de atenção. Já busquei varias formas de concentração, parei de ficar muito tempo nas redes sociais, pesquisei métodos, mas parece que tudo o que eu leio não fica gravado.

Quando começo a ler me dá sono e não consigo mesmo querendo muito.

O que pode ser? Será que devo consultar com um Psiquiatra ou Psicólogo?

Resposta:

Depende se você sempre foi assim ou se ficou assim agora.

Leia as páginas de TDAH e de Perda de Memória em Jovens.

Eu procuraria um Psiquiatra.

Se ele achar que você precisa de medicação, já começa a medicar.

Se achar que só precisa de mudanças de hábitos, ele vai te orientar.

Se ele achar que você precisa de uma Psicóloga com certeza ele conhece alguma apropriada para teu caso.

 

Pergunta: 

Esse é o meu caso eu estudo faço faculdade, mas já estou desanimando pois estou com algumas dificuldade, por mais que eu estude eu nunca consigo me lembrar de quase nada.

Fico nervosa pois já tive boa memória, em dias de prova fico ansiosa, trêmula e muito nervosa gostaria de saber como poderia amenizar tudo isso, ou algum exercício, se possível me ajude, pois tenho vergonha de comentar isso com outras pessoas e esse foi o único jeito de pedir ajuda que eu encont

Existe Alzheimer na minha idade (33 anos)?

Resposta:

Aos 33 anos é extremamente raro causa orgânica para esse esquecimento.

Pelo que você descreve, quem prejudica sua memória é a ansiedade. Procure um Psiquiatra e leia a página sobre perda de memória em jovens.

 
Pergunta:
Oi Dr. Rubens Pitliuk, primeiro tive lendo teu site, parabéns pelo trabalho, que Deus te abençoe! Bom, nunca tive uma consulta com Psicólogo antes, mas sinto que preciso, não sei exatamente que tipo de ajuda necessito.
Vou tentar ser breve, tenho 21 anos, e desde os 16 anos tomo remédio controlado para emagrecer (Bromazepam, Mazindol, Sibutramina, Fenproporex, Phitermine), não frequente.
Quando fico sem tomar, engordo tudo de novo até mais, não tenho alegria em minha vida por causa disso, não tenho disposição para nada.
E hoje, sou uma pessoa completamente ansiosa, essa ansiedade me faz comer muito, comer unhas, chorar, gritar, fico tensa o dia inteiro, durmo mais acordo cansada, não consigo resolver meus problemas, sinto muita falta de ar, tudo que como fico transtornada, e a comida não digere direito.
Estou estudando inglês, concentro na aula, mas esqueço de quase tudo, gostaria de uma sugestão tua, o que pode ser isso, e a quem eu devo recorrer, e a falta de memória o que pode ser?
Desde muito obrigada! Tenha muito sucesso no teu trabalho!
 
Resposta:
Desde os 16 anos você bombardeia teu cérebro com esses remédios, e aos 16 anos o cérebro ainda não está completamente maduro, portanto sofre muito mais.
Procure um Psiquiatra Clínico para te desintoxicar e tratar.
O Psiquiatra também vai ver se você não sofre de TDAH, lógico.Aos 21 anos, tudo tem conserto!
 
 
Pergunta:
Tenho 48 anos e há um ano tenho observado perda de memória recente, desconcentração, dificuldade de terminar assuntos e lembrar determinadas palavras.
Entrei na Menopausa com 41 anos e não possuo ciclo menstrual há seis anos.
Sou uma pessoa ativa, trabalho e não quero que o que sinto possam a vir prejudicar o meu dia a dia.
Gostaria de saber qual tipo de médico devo procurar e se o Stress, a Menopausa podem ser fatores para esses sintomas. No aguardo.Resposta:Sim, ambos podem prejudicar sua memória, mas o Stress muito mais. Procure um Neurologista ou um Neuropsiquiatra. 
 
 
Pergunta:
Tenho 48 anos sempre fui uma mulher ativa de uns tempos pra cá tenho ficado muito esquecida, tipo estar indo pra algum lugar e der repente por frações de segundos, me dá um branco de não me lembrar de onde estou indo e ter de parar pra tentar me lembrar.
Fico perguntando sempre que dia ou que mês estamos, entre outras, procurei um Neurologista e ele me disse que pode ser Alzheimer, estou em tratamento, gostaria de saber se é possível na minha idade.
 
Resposta:
Na sua idade, as causas mais freqüentes para perda de memória são Stress, Depressão, Hipotireoidismo, Ansiedade, muito mais raramente, um problema elétrico cerebral, mas não Alzheimer.
 
 
 
Pergunta:
Dr. Rubens Pitliuk, tudo bem? Queria te fazer uma pergunta: tenho percebido uma diminuição sensível na minha memória (lembrar fatos) e capacidade de memorizar novas informações.
Estou com 41 anos, já, e minha duvida é: poderia ser algum efeito colateral dos medicamentos (Haldol 2,5 mg e Parnate 10 mg) ou será natural da idade, responsabilidade, cansaço?Existe algo que e possa fazer para melhorar/ reverter o quadro? Obrigada!
 
Resposta:
Oi lrene! Na tua idade, com essas doses baixas de Haldol e Parnate, o mais provável é o Stress mesmo.
Mas como sei que você tem hipotireoidismo e não sabemos se tua dose de Synthroid está adequada, vamos repetir o exame dos hormônios da Tireoide. Pergunta:Apenas 43 anos e sofre de Epilepsia, tomando remédios desde a adolescência.
Há alguns anos toma Gardenal, atualmente na dosagem de 200 mg por dia, à noite.Ele é propenso à depressão, ora está muito bem e ativo e ora deixa-se ficar dormindo, sem vontade de fazer nada, nem de cuidar-se sob o ponto de vista físico.
Tenho reparado que, ultimamente, ele vem tendo perda de memória para coisas recentes.
Comenta algo comigo e depois se esquece de que falou, repetindo.
Ou eu lhe conto alguma coisa e no dia seguinte, quando toco no assunto, ele não se lembra.
Sinto que ele mesmo já percebeu isso, o que o deixa bastante preocupado.
Mas ele tem uma tendência natural a não tomar providência a respeito das coisas, deixando tudo para o último instante.
Resolvi, portanto, saber do senhor se há alguma possibilidade de, tão moço, ele estar com o Mal de Alzheimer.
 
Resposta:
Com 43 anos certamente não é Alzheimer. Pode ser Stress, Efeito Colateral de medicação, overdose de medicação, depressão, etc.
Peça para o Neurologista que o acompanha fazer uma revisão. Pergunta:Eu tenho 35 anos, como já é possível através de exames, descobrir se sou uma portadora de Alzheimer em potencial, seria aconselhável que eu procurasse um profissional?
 
Resposta:
Do ponto de vista estatístico, se sua mãe ficou doente apenas com 68 anos, não existe motivo para você ter preocupação em termos de genética. 
 
Pergunta:
É normal que uma pessoa de 19 anos tenha problemas de memória recente?
O que pode ser isso?
 
Resposta:
Aos 19 anos? As causas mais frequentes (caso você seja um garoto comportado que não se droga nem bebe demais) são cansaço, pouco sono, Stress, Depressão, Hipotireoidismo e DDA ou TDAH.

 

Pergunta:

Tenho 28 anos, sou muito ansiosa e dois ou três Psiquiatras já me receitaram Rivotril.
Já passei dois dias bem dopada com apenas cinco gotas do remédio.Hoje sofro com perda de memória e um dos médicos pediu a suspensão deste medicamento achando que pode ser ele.
Enquanto o outro pediu para continuar tomando só nos momentos de mais Ansiedade.
Gostaria de saber se realmente esta falta de memória pode ter ocorrido pelo medicamento ou tenho outro problema?
Desde já, agradeço a atenção prestada!
 
Resposta: 
Certamente cinco gotas de Rivotril por um período tão curto não prejudicaram a sua memória de modo irreversível. Leia a página de Perda de memória em jovens.
 
Pergunta: 
Há muito tenho problemas de memória, tanto faz a curto ou a longo prazo.
Bem, tenho 36 anos, sou casada e tenho uma filha de 3 anos, tenho um bom emprego (não é estressante) e moro em uma cidade do interior (ainda com um pouca violência).
Da minha infância, não recordo de muita coisa, da atualidade, vejo um filme com o meu marido e uns meses depois, vejo o trailer e acho interessante, então meu marido responde: - já vimos o filme, lembra disso e daquilo...
Na maioria das vezes não lembro nada.
Faço trajetos de carro, onde vou duas ou três vezes e mesmo assim não consigo decorar o trajeto.
Não são todas as vezes que isso acontece mas, sim na maioria.
O que pode ser?
Tenho alta taxa de Anticorpos Antitireoide, mas não tenho Hipotireoidismo. Desde já, obrigada.

Resposta:
Não é possível diagnosticar com esses dados, mas leia as páginas de TDAH e de perda de memória em jovens.