Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

Em Tratamentos de Psiquiatria, Psicologia, Estimulação Magnética e EMDR » Psicoterapia

A Psicoterapia Cognitivo Comportamental ou TCC é um tipo de Psicoterapia onde o mais importante não é descobrir a causa de determinado comportamento ou sintoma, mas sim como mudar esse comportamento ou sintoma.

Não precisamos ser radicais, o Terapeuta Cognitivo Comportamental pode sim achar que em muitos casos é importante investigar as causas.

Funciona quase como um treinamento, ou coach.

Quase sempre tem tempo de duração determinado, geralmente de 4 a 6 meses com uma sessão por semana.

Exemplo das técnicas de mudança de comportamento:

  • Reversão de hábito para aumentar a percepção do paciente de cada episódio que traz desconforto e da capacidade de interromper isso por meio de uma resposta mais adequada.
  • Aumentar a consciência para identificar os fatores desencadeantes e as seqüências de acontecimentos associados com determinado sintoma ou comportamento.
  • Monitorização e registro de cada ocorrência, anotando informações como dia e hora, localização, pensamentos, sentimentos, etc. que podem ser úteis ao tratamento.
  • Utilização de uma resposta adequada para controlar a reação.
  • Motivação para a manutençao do tratamento.
  • Treinamento de relaxamento.
  • Controle de Stress: como quase todos os sintomas de quase todas as doenças costumam aumentar ou reaparecer em fases de mais stress, a Terapia Cognitivo Comportamental também pode ensinar maneiras eficientes de controlar o stress: controle de respiração, relaxamento muscular e técnicas cognitivas para ajudar o controle da angústia.
  • Prevenção de recaídas: o paciente aprende a lidar com os fatores desencadeantes de recaídas.

A TCC é especialmente útil (mas não apenas) em:

  • Transtorno Obsessivo Compulsivo
  • Ansiedade Generalizada
  • Insonia
  • Transtorno ou Síndrome do Pânico
  • Fobia Social ou Transtorno de Ansiedade Social
  • Deficit de Atenção com ou sem Hiperatividade
  • Depressão
  • Dificuldades de relacionamento