Perguntas e Respostas: 

Neurologia e Exames Neurológicos

1) Qual a relação entre o medicamento Tegretol e a Herpes Zoster?

Pergunta 1:

Meu esposo tem epilepsia, faz o tratamento com Carbamazepina mas deseja pa. O que fazer pq as maiorias dos homens se torna infértil com o uso desse medicamento.

Resposta:

Você está enganada, a Carbamazepina (Tegretol) não deixa os homens inférteis.


Pergunta 2:

Qual a relação entre o medicamento Tegretol e a Herpes Zoster, quando o paciente não tem dor facial e sim dor muscular pelo corpo?

Resposta:

O Herpes Zoster pode ocorrer no rosto e no corpo.

As lesões do Herpes são extremamente dolorosas e as dores podem persistir meses depois do fim da infecção pelo Herpes.

O Tegretol, assim como outros medicamentos como Neurontin (Gabapentina), Lyrica (Prégabalina, Dorene) Trileptal (Oxcarbamazepina) podem ser usados para combater essa dor.

2) Ansiedade e Fobia Social podem provocar Tremor e piorar Tremor Essencial

Pergunta 1:

Tenho 21 anos e sempre fui tímida, mas na minha infância conseguia me relacionar normalmente com amigos, pelo menos até os meus 17 anos.

Depois fui me afastando das pessoas, acho que todos estão contra mim, me observando, às vezes acabo destratando as pessoas mais próximas de mim como meus parentes (tios, primos, amigos). Hoje posso dizer que não tenho amigos, tenho um noivo, e já começo a sentir medo de não conseguir me relacionar com a família dele.

Nunca tive problemas para namorar, pedir informações a estranhos, sair sozinha.
Meu maior problema é que estou tremendo muito, eu tremia antes, mas só antes de apresentar seminários, trabalhos em público, etc.

Agora esses sintomas pioraram, tremo praticamente em todos os momentos até comendo em casa.
Escrever em público, por exemplo, é um problema, minhas mãos ficam pesadas, tenho até câimbras. Mas antigamente escrevia normalmente em público.

Cheguei a pensar que sofria de mal de Parkinson. A minha situação se agrava, pois no meu curso (faculdade) tenho que ter habilidade com as mãos, estou desesperada.

Isso tem cura?

Não tomo nenhum remédio, nunca fiz tratamento, minha mãe fala para eu procurar um Psicólogo.
Existe um remédio que faça desaparecer os meus tremores?

Resposta:

Eu iria num Psiquiatra primeiro. Você é muito jovem para ter Parkinson, o mais provável é que tenha um Transtorno de Ansiedade que provoca ou piora o Tremor. Essa animosidade contra pessoas próximas pode ser um mecanismo psicológico de defesa.


Pergunta 2:

Tenho tido tremor no lado direito da boca, o que pode ser? Tenho 42 anos, obrigada, espero ansiosa por respostas.

Resposta:

Impossível diagnosticar desse jeito, mas a grande maioria dos tremores unilaterais de boca e de pálpebras é apenas manifestação de Ansiedade, geralmente antecipatória.


Pergunta 3:

Sou estudante de Odontologia e comecei procedimentos cirúrgicos agora. Acontece que fico muito tenso até para remover fios de sutura e começo a tremer as mãos, tendo que me esforçar para segurar a pinça e prender o fio para a remoção.

Gostaria de saber como devo agir, se a ajuda de um neurologista seria o aconselhável, é necessário o uso de medicamentos?

Resposta:

Procure um Psiquiatra. Com um Ansiolítico ou um Betabloqueador essa Ansiedade e o tremor passam.
Depois que você tiver mais prática não precisa mais do remédio.
Acredite se quiser, mas muitos músicos tomam esses medicamentos antes de se apresentarem no palco.

3) Causas e tratamento do Tremor essencial

Pergunta 1:

Desde aproximadamente meus 18 anos minhas mãos tremem. O tremor me incomoda muito mas não atrapalha meu trabalho.

O que causa tremor na minha idade (38 anos)? Gostaria de uma indicação para um possível tratamento.

Resposta:

As causas de tremor em jovens podem ser:

Hipertireodismo.
Doenças neurológicas
Ansiedade

Sem causa conhecida, que é o chamado Tremor Essencial.

Quem trata? Neurologistas, Psiquiatras, Clínicos Gerais, desde que tenham experiência em tratamento de tremor.


Pergunta 2:

Por que ocorre Tremor Essencial?
Meu avô, minha tia e meu pai também tremem?
É hereditário?

Resposta:

Tremor essencial pode ser genético sim, o que não quer dizer que todos os familiares irão tremer.
Ele pode ser tratado com alguns Benzodiazepínicos em doses baixas ou com alguns Betabloqueadores
E o tremor essencial piora em situações de ansiedade.


Pergunta 3:

Tenho 19 anos e recentemente fui diagnosticado com Tremor Essencial.
Sou estudante de medicina e tenho me questionado sobre a minha capacidade de exercer, com o êxito esperado, minha futura profissão.
Seria possível ser um bom médico ou eu deveria me conformar e fazer um outro curso?

Resposta:

Mas porque Tremor Essencial deveria atrapalhar tua carreira ?

Ele quase sempre tem tratamento!
E mesmo que não tivesse, provavelmente ele só atrapalharia em algumas especialidades com procedimentos cirúrgicos muito delicados.

4) Neurocisticercose ou ovinhos de Tênia calcificados no cérebro.

Pergunta:

Qual a relação entre a Neurocisticercose e a falta de memória?

Boa noite! Fiz um exame e o neurologista disse que tenho Neurocisticercose, mas que o bichinho ou micróbio não está mais lá só tem as calcificações. Mesmo assim posso ter algum problema tenho problemas com a memória, não lembro das coisas. Tem algo a ver?

Eu tinha um amigo que há pouco tempo morreu devido a complicações em uma cirurgia na cabeça. Ele tinha Neurocisticercose. Acontece que disseram me que essa doença é típica do meio rural. Tinha duas primas que há pouco tempo vieram para belo horizonte para se tratarem da mesma doença. Gostaria de saber se há algum exame para se detectar essa doença precocemente e tratá-la em tempo hábil pois estou muito preocupado. Estou com medo de também ter sido contaminado porque no interior o que se come é carne de porco e as condições de higiene são precárias.

Resposta:

Um exame de fezes e uma Tomografia de Crânio são suficientes para diagnosticar verminose por Tênia e Calcificações no parênquima cerebral em praticamente todos os casos.

Diretamente, não há nenhuma relação entre Neurocisticercose e perda de memória, a não ser que haja outra forma de manifestação da doença, como por exemplo, epilepsia secundaria à Neurocisticercose!
Realmente o “bichinho” não está mais no cérebro. Quando um ovinho da Tênia chega ao cérebro, este calcifica o ovinho como se fosse uma pérola, portanto não vai nascer nenhuma Tênia em seu cérebro.

5) Tenho crise convulsiva com perda de consciência e fortes tremores.

Pergunta 1:

Tenho 28 anos e desde os 14 ou 15 apresento estes sintomas: memória fraca, rigidez muscular, espasmos musculares, fraqueza muscular, movimentos involuntários da cabeça, perda de equilíbrio, dificuldade para falar, dificuldade para andar (parece não haver coordenação motora) tremores em todo o corpo, dificuldade de atenção e concentração.

Já fiz Eletroencefalograma, Eletromiografia e Hemograma completo, não deu nada. Queria saber quais doenças possivelmente se encaixam nesses sintomas?

Resposta:

Seus sintomas podem estar relacionados a uma forma de distonia muscular, com distúrbios associados como falta de atenção, e falta de concentração. Existem outras possibilidades de distúrbios neurológicos, na área de distúrbios dos movimentos. O exame presencial com algum neurologista, especialmente da área de distúrbios dos movimentos, seria fundamental para concretizar um diagnóstico completo. Como você mora em uma cidade pequena, talvez deveria procurar uma cidade maior próxima, que tenha um Centro Universitário (Faculdade de Medicina).

Atenciosamente, Prof. Dr. Luiz Augusto F. Andrade.


Pergunta 2:

Tenho 30 anos e sofri acidente de moto em 2001. Até julho de 2002, data da minha Cranioplastia com implante de tela de Titanium, tive uma vida normal e comum.

A partir desta data no intervalo médio de 2 meses tenho crise convulsiva com perda de coincidência e fortes tremores.

Minha dúvida é se não estaria melhor sem a tela e sobre o atual tratamento com Hidantal (300 mg ao dia) + Topamax (100 mg ao dia).

Resposta:

A tela de Titanium não determina qualquer alteração na função cerebral, e na verdade, se constitui num avanço para a Cranioplastia.
A medicação utilizada para o controle das crises deverá ser discutida com o seu médico assistente pois está, a meu ver, absolutamente correta.

É frequente o aparecimento das crises alguns meses após o acidente, o que poderia estar coincidindo com a correção da falha óssea.

Dr. Hallim Feres Jr., Neurocirurgião.

© 2020 por mentalhelp