TRATAMENTO COM CANABIDIOL OU CBD

CBD ou Canabidiol

Já é possível tratar várias doenças no Brasil com CBD ou Canabidiol.

Não desperdice o primeiro frasco de Canabidiol ou CBD.

O Canabidiol já possui regulamentação na Anvisa.

As pessoas perguntam:  Canabidiol não é Maconha?

Não, a Maconha que se fuma tem alta concentração de THC (Tetraidrocanabinol), sendo que a concentração exata não tem como saber, podendo chegar a 30% da quantidade fumada.

O Canabidiol ou CBD é administrado, na maioria dos tratamentos, com até 0,3% de THC, pois os Laboratórios credenciados apresentaram testes de composição apresentados à Anvisa.

O THC é o componente psicoativo da maconha, ele que "dá o barato", cria dependência, lesa os neurônios e pode desencadear Ataques de Pânico e Psicoses tipo Esquizofrenia.

O Canabidiol (CBD) é neuroprotetor, ansiolítico, anti-inflamatório e analgésico.

Medicina baseada em evidência significa que um medicamento foi testado em Estudo Duplo Cego.
Estudo Duplo Cego quer dizer que nem o médico nem o paciente sabem se o medicamento tem a substância ativa ou apenas Placebo.
Então, Canabidiol pode não ter evidência científica ainda para uma série de patologias, mas a experiência cada vez maior de muitos médicos e pacientes no mundo sugere que ele é eficaz um número muito grande de patologias:

 

Para que se usa Canabidiol?

Os Psiquiatras começaram a receitar Canabidiol para pacientes que não evoluem bem com os medicamentos tradicionais.

Com relação ao custo, ele parece ser alto, mas para pacientes que usam dois ou mais tipos de medicamentos diariamente, não é tão alto. Além, disso, conforme a dose necessária, um frasco pode durar meses.

Leia a página: CBD: tipos, dose, como tomar

Não tome CBD artesanal fabricado por "um amigo que entende de química e de CBD", você nunca vai saber a composição nem a dose que está tomando!