Perguntas e Respostas: 

Insônia, Sonolência Excessiva Diurna, Narcolepsia, Pernas Inquietas, Paralisia do Sono, Apneia do Sono

1) Tratamento de insonia crônica.

Pergunta 1:

Donaren Retard 150 mg pode tirar o sono? A que horas devo tomar?

Resposta:

Pelo contrário, Donaren dá sono e é um dos tratamentos de insônia. O Donaren Retard 150 mg dá muito menos sono que o Donaren 50 ou Donaren 100 mg, que são mais usados no tratamento de insônia.

Pergunta 2:

Se vocês puderem me responder ficarei muito grata!

Tenho uma insônia crônica, meu sono é interrompido a noite toda e há uns três anos mais ou menos venho tomando toda noite 0,25 de Frontal e muito raramente 0,5 mg.
Li agora uma matéria onde fala que esses Ansiolíticos todos podem causar demência, que foi feita uma pesquisa com vários idosos que comprovaram isso.

Ah! Tenho 68 anos que não aparento, rsrs...

Minha mãe morreu assim , tenho muito medo e já tentei parar , mas fico muito mal porque durmo quase nada
Sou também ansiosa , mas tento me controlar, faço academia e tento fazer meditação...

Minha pergunta é , esse meu medo procede?
Mesmo nessa dose baixa que uso?
O que é pior , tomar esse Frontal e conseguir dormir um pouquinho melhor ou não tomar e não dormir?
Outra pergunta, ou tentar algum antidepressivo que possa resolver minha insônia e ansiedade ?
Sou muito sensível a remédios e não gosto de tomar.

O que fazer?

Resposta:

Tratar insônia crônica nunca é fácil.

Muitos pacientes melhoram a insônia com Meditação, Yoga, TCC (Terapia Cognitivo Comportamental) e com medidas de higiene do sono.
Outros precisam mesmo tomar algum medicamento, por mais que os médicos e os próprios pacientes não queiram.

Nesses casos, a tendência é sempre tomar continuamente os “Benzos” ou “Tarja Preta”, por exemplo Dormonid, Dalmadorm, Lexotan, Valium, Rivotril, Frontal, Stilnox ou Lioram, Olcadil, Lorax, etc.

O problema é que todos eles dom o tempo perdem o efeito (criam tolerância), criam dependência, altera, a arquitetura do sono, deixam o paciente cansado durante o dia e, em pacientes mais idosos (mas em jovens também), provocam lapsos ou lentificação de memória.
Pacientes que não podem dispensar o uso continuo de remédios para dormir deveriam tomar Antidepressivos que melhorem o sono.

Podem não ser tão “gostosos” de tomar como os Benzodiazepínicos e Zolpidem mas têm menos efeitos colaterais no longo prazo.
Outra opção são alguns Neurolépticos, embora o uso durante muitos anos possa provocar um quadro chamado Discinesia Tardia, de difícil tratamento.

Dentro desse contexto, um paciente que toma a mesma dose bem baixa de um Frontal 0,25 mg sem precisar aumentar e dorme bem com essa dose, nem sempre precisa mudar o remédio.
Concluindo, até agora não existe nenhuma evidencia que o uso de remédios para dormir em doses baixas provoque demências.

2) O problema de tratar insonia com remédio é que eles podem perder o efeito.

Pergunta 1:

Olá, gostaria de saber se o Fenergan pode ser usado para induzir o sono, para a insônia. Obrigado.

Resposta:

Sim, o Fenergan (antialérgico) pode ser usado para tratar insônia, pelo menos por algum tempo, depois ele vai perder o efeito.


Pergunta 2:

Desejo saber se o uso há 20 anos de Rivotril gotas e Diazepam juntos, podem causar prisão de ventre.

Se a resposta for sim, como fazer para combater a prisão de ventre que já me incomoda bastante.
Não consigo parar com estas drogas, já tentei escalas de redução, mas não durmo, e volto a toma-los.
Sou absurdamente deprimido, ansioso, angustiado, e fico vendo problemas para todos os lados.

Tenho problemas reais, e fujo deles tomando estes remédios para apagar no sono. A tolerância está muito elevada e acordo de madrugada e tomo mais 15 gotas de Rivotril para dormir mais. Estou me sentindo uma bomba relógio que pode explodir. Tenho muito medo da morte estar chegando. Embora não tenha medo de morrer, tenho medo de sofrer muito antes da morte chegar.

Resposta:

Não é comum Rivotril e Diazepam causarem prisão de ventre, mas o uso contínuo provoca uma série de outros problemas.

Pessoas que usam remédios para dormir por tanto tempo geralmente precisam substituí-los por Neurolépticos ou Antidepressivos que causem sono, para ser mais fácil parar com os Benzodiazepínicos.

Muitas vezes ainda precisam de Gabapentina para terem menos abstinência dos “Benzos”.


Pergunta 3:

Estou com dificuldade de dormir há mais de três meses, passando horas acordado, só melhorei quando um médico me receitou Zolpidem, mas logo depois de algumas semanas o efeito começou a diminuir e só durmo no máximo 4 horas por dia tomando o remédio, acordo muito cansado e não consigo dormir à tarde , quando tento dormir sem o remédio sofro dores musculares na cabeça e começo a tremer com dificuldade para respirar, quando penso que vou dormir acontece um fenômeno que meus olhos estão fechados e meu corpo paralisado, fico com dificuldade para respirar e meus batimentos cardíacos aumentam muito pretendo que vou morrer, só depois de alguns minutos consigo despertar.

Por favor, me explique isso é me ajude a superar isso.

Resposta:

Não sei sua idade nem seu peso. Insônia que começa há pouco tempo (meses) pode ter várias causas, como ansiedade, preocupações, doenças na tireoide, Apneia do Sono, etc.

A maioria dos remédios para dormir. Inclusive o Zolpidem (Stilnox, Lioram, Patz) funciona por algum tempo e depois perde o efeito.
O ideal é identificar a causa da sua insônia e tratar adequadamente.
Essa sensação ruim que você sente pode ser uma Paralisia do Sono, embora na Paralisia do Sono a pessoa consiga abrir os olhos.


Pergunta 4:

Eu trabalho à noite já há alguns anos de quase dois anos para cá não consigo dormi mais do que 4 horas sem ter que tomar alguma medicação prescritas pelos Neurologistas. Já tomei: Clonazepam, Patz, Alprazolam, Lioram, Donaren e agora estou tomando Nitrazepam. Todos eles fazem um bom efeito nos primeiros 2 ou 3 dias, eu durmo bem, depois volto a não dormir bem.

Mesmo fazendo esporte físico (corrida) não estou conseguindo dormir mais do que 3 horas seguidas.

Já passei com 4 Neurologistas diferentes, expliquei toda a situação, já fiz um exame de Polissonografia que não deu nada de relevante. Agora mesmo eu trabalhei a noite toda, fiz esporte, tomei o Nitrazepam e só dormi 3 horas. Logo mais já preciso ir trabalhar novamente.

No trabalho sinto sono e por isso tomo muito café.

Acordo pensando que já dormi umas 5 a 6 horas horas direto mas vejo que não passou de duas e às vezes até uma.
Já estou cansado de ir a Neurologista e eles passarem remédios que somente fazem efeitos por alguns dias.

A pergunta que eu faço é paro de tomar esse remédios por não fazem efeitos ou existe algum que resolva o meu problema?

Resposta:

Muitas pessoas não se habituam nunca ao ritmo de trabalharem à noite e dormirem durante o dia.

Tente parar de tomar café durante o trabalho porque a cafeína pode prejudicar o sono muitas horas depois de ingerida.
No começo provavelmente você trabalhará muito sonado para pode ser que parando o café você quebre o círculo vicioso de sono – café – insônia.

Talvez a corrida te deixe excitado demais para dormir durante o dia.
Algumas pessoas fazem TCC (Terapia Cognitivo Comportamental) ou aprendem Yoga, Meditação ou outras técnicas de relaxamento para aprenderem a relaxar antes de dormir.

Desses remédios que você citou o único que não costuma criar tolerância (perda de efeito) é o Donaren, que pode ser tomado até mais de 300 mg por noite.

Os outros costumam criar tolerância mas não tão rápida (apenas 2 ou 3 dias), por isso acho importante você pensar nas medidas acima.


Pergunta 5:

Bom dia, faz aproximadamente três meses que não consigo dormir. À noite deito na cama demoro para pegar no sono, depois acordo de madrugada e não consigo mais dormir. Estou tomando Passiflora e mesmo assim não consigo dormir.

Essa semana comecei a sentir tontura e sensação que estou caindo já verifiquei a pressão e esta normal.
Estou buscando médicos Psiquiatras mais estou com dificuldade de encontrar consulta. Onde você atende?

Resposta:

Insônia tem muitas causas e tratamentos diferentes.
Obrigado pela confiança, aqui tem meu endereço.

3) O que fazer quando o Stavigile não controla minha Narcolepsia?

Pergunta 1:

Olá, tenho 20 anos e tenho narcolepsia. Isso está atrapalhando totalmente a minha vida, como são sintomas dessa doença tenho crises incontroláveis de sono em qualquer situação como conversando, tomando banho, estudando e trabalhando. Tomo o Stavigile, comecei o tratamento com 100mg por dia, como não fazia mais efeito precisei aumentar para 200mg. Nesses últimos dias voltei a ter crises fortes de sonolência, minha medica quer aumentar novamente a dosagem. E quando estiver na dosagem máxima e meu corpo não reagir mais aos efeitos do remédio, o que eu devo fazer? Existe outro meio para tratar a narcolepsia sem remédios controlados como o Stavigile?

Resposta:

Muitos pacientes tomam doses maiores de Stavigile sem efeitos colaterais. Outros combinam o Stavigile com Ritalina, Ritalina LA, Concerta e Venvanse.

Seja otimista porque quase sempre a Narcolepsia tem controle!
As “dormidinhas” depois do almoço também ajudam.


Pergunta 2:

Várias descrições de sintomas compatíveis com Narcolepsia e Cataplexia.

Tenho 30 anos, há 10 anos tenho tido episódios que chamo de apagões. Sou tomada por um sono incontrolável durante o dia. Sinto que ele vem e me encosto ou deito em algum canto; ali fico imóvel. Não consigo me mexer, nem falar, mas escuto perfeitamente; fico consciente. O que pode ser isso?

Há um bom tempo meu sono tem estado irregular, se estou em atividade durante a noite às vezes não tenho sono, porém se parar começo a dormir que não conseguem me acordar, às vezes quando estou conversando com as pessoas tem vezes que apago completamente, quando acordo, perco quase que completamente o sono, e passo a madrugada inteira sem dormir já tive problemas até com a minha namorada, pois apaguei durante uma relação sexual.

Eu estava na sala de aula escrevendo e não percebi que tinha adormecido. Só que quando olhei meu caderno vi que tentara escrever enquanto estava “apagada”, alguns rabiscos não muito nítidos.
Durante o dia senti um amolecimento completo de meu corpo era como se caísse a pressão tinha que dormir perdia as sensações de todo meu corpo que ficava adormecido e por mais que tentasse me levantar não conseguia, como isso ainda ocorre quero saber se me encaixo em algum distúrbio do sono.

Obrigada. OBS: as crises de perda da sensibilidade do corpo normalmente ocorriam entre as 18:00hrs e 19:00hrs.

Resposta:

Todos parecem sintomas de Narcolepsia, sendo que o primeiro e o terceiro caso provavelmente também apresentam Ataques de Cataplexia.

Todos merecem uma investigação neurológica com pelo menos um Eletroencefalograma.
Para todos: cuidado ao dirigir, ao fazer certos esportes, ao atravessar ruas movimentadas.

4) Tenho todos os sintomas da narcolepsia: sono durante o dia, perda do tônus muscular e alucinações.

Pergunta 1:

Comecei a ter todos os sintomas clássicos da narcolepsia: momentos de sono sem precedentes durante o dia, perda do tônus muscular e alucinações nos primeiros minutos do sono noturno.

Atualmente estou fazendo uso do Metilfenidato e como trabalho operando máquina (carregadeira-escavadeira), acabo tomando até 40 mg diárias.

Tenho 30 anos, sempre trabalhei com máquinas e transporte.

Resposta:

As opções de tratamento de Narcolepsia são:
Metilfenidato (Ritalina, Ritalina LA, Concerta).
Lisdexanfetamina (Venvanse)
Modafinila (Stavigile)

Ter uma boa noite de sono.

Tirar uma soneca no meio do dia.
Você não escreveu se os ataques de Narcolepsia passaram com o Metilfenidato.
Caso não tenham passado, lembro que 40 mg de Metilfenidato pode ser uma dose bem baixa, dependendo do teu peso corporal.


Pergunta 2:

Olá, tenho 1,50 m, 17 anos e 55 Kg. Possivelmente sou Narcoléptica, fiz uma Polissonografia hoje para comprovar.

Aí vão minhas perguntas:

Os remédios pra Narcolepsia são comprados em farmácias?
Pelo que eu pesquisei Narcolepsia não tem cura, isso é verdade?
Com o passar do tempo e fazendo uso dos remédios o meu cérebro pode adquirir a capacidade de me manter alerta sem precisar dos remédios?

Se começar o tratamento e parar a pessoa pode piorar a doença?

Dr., obrigada pela atenção!


Resposta:

Sim, os remédios para Narcolepsia (por exemplo, Ritalina, Ritalina LA, Concerta, Stavigile, Venvanse) são comprados em farmácias normais, com a "receita amarela".

Algumas pessoas precisam de tratamento indefinidamente, outras não.
Muitas pessoas se acostumam a dormir por pequenos períodos durante o dia (como se fosse uma sesta) e melhoram os sintomas sem medicação, ou com doses bem baixas.

De qualquer forma os medicamentos estimulantes são bastante seguros. A Ritalina, por exemplo, existe há mais de 60 anos.

Se você parar de tomar o remédio (logicamente que os poucos), você não fica pior do que estava antes de começar o tratamento.


Pergunta 3:

Tenho Narcolepsia tomo Nuvigil, mas minha pressão aumentou muito chegando a 178/130, parei o remédio e a pressão normalizou.

Que remédio poderei tomar que não aumente minha pressão.


Resposta:

O Nuvigil é parecido com o brasileiro Stavigile (Modafinil).

Quando ele provoca aumento de pressão arterial, é possível que os outros medicamentos para Narcolepsia (Venvanse, Ritalina, Ritalina LA, Concerta) também provoquem.

Então provavelmente você vai precisar de um medicamento para pressão Arterial mesmo.

A não ser que você seja sedentário e esteja acima do peso, pois se corrigir o peso e começar a fazer exercícios, pode ser que a Pressão Arterial não suba mais.


Pergunta 4:

Obrigada pela oportunidade. Tenho 39 anos, 1,55 m e 66 kg. Soube há poucos dias de sou narcoléptica.
Ainda não faço tratamento com remédios, pois o Neurologista prefere aguardar a realização dos exames e os remédios podem interferir nos resultados.

Gostaria de saber se existe algum tipo de tratamento que não use remédios. Por exemplo: Estimulação Magnética Transcraniana ou até mesmo medicina alternativa (Yoga, Acupuntura, Homeopatia) e principalmente se há tratamento com hipnose? OBRIGADA!


Resposta:

Se algum desses tratamentos alternativos funciona em Narcolepsia, desconheço.

Mas não se preocupe porque os medicamentos próprios para Narcolepsia (em geral Ritalina, Ritalina LA, Concerta, Metilfenidato, Venvanse, Lisdexanfetamina, Stavigile, Modafinil) são muito bem tolerados e com poucos efeitos colaterais.


Pergunta 4:

A Ritalina (Metilfenidato), tomada juntamente, com o Modafinil (Stavigile) diminui o efeito de vigília deste? Pergunto isso, pois, tenho DDA e também Narcolepsia leve.

Resposta:

Pelo contrário, provavelmente a Ritalina até aumenta o efeito do Stavigile.

© 2020 por mentalhelp