Picking ou Conduta Auto-Lesiva ou Escoriação Neurótica

Tratar Picking em São Paulo

Picking significa mania de se cutucar, de procurar casquinhas na pele e cutucar até formar feridas, de se arranhar até machucar.

Picking significa uma repetição crônica de:

  • Tocar

  • Coçar

  • Cutucar

  • Arranhar

  • Furar

  • Escoriar

determinadas regiões da pele, de modo tão intensivo ou repetitivo que acaba provocando feridas, cicatrizes, descolorações na pele.O paciente pode passar horas examinando a pele, procurando pequenas imperfeições, bolinhas, espinhas, cravos, pedacinhos de pele, pelos e arrancando, coçando, cutucando, furando.

 

Muitos casos de Picking não têm outros problemas psiquiátricos (embora ele quase sempre piore em situações de ansiedade), mas muitas vezes ele faz parte de:

  • Transtorno Dismórfico Corporal ou Dismorfia Corporal ou Transtorno Somatoforme Corporal

  • Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC ou DOC)

  • Abstinência de drogas opióides

  • Autismo

  • Transtorno de Personalidade Borderline

  • Tricotilomania (mania de arrancar cabelos)

 

Desenvolvimento do Picking:

Geralmente começa com uma ferida na pele, que a pessoa coça, aí coça de novo, acaba não deixando cicatrizar.

Com o tempo começa a ter uma sensação localizada de coceira ou de necessidade de se cutucar. Aos poucos começa a sentir que em determinadas situações mais ansiosas ou estressadas da vida essas coceiras ou escoriações passam a ser uma válvula de escape para as tensões. O Picking costuma se manifestar quando a pessoa está ansiosa, quando está se sentindo com monotonia e para muitas pessoas traz uma sensação de prazer.

Portadoras de Picking podem usar roupas fechadas e mangas compridas mesmo no calor.

 

Tratamento do Picking:

(Quando o Picking é um sintoma de outra doença, esta doença deve ser tratada).

Medicação: ajuda muito. Em geral se usa neurolépticos e/ou antidepressivos.
Terapia Cognitivo - Comportamental (TCC), que é bem diferente da psicanálise.
O uso de luvas finas (tipo luvas de golfe) ou de esparadrapo (Micropor) nas pontas dos dedos também pode ajudar. Quando a pessoa se cutuca, ela está perpetuando o Picking, quando ela não consegue (porque as pontas dos dedos estão cobertas), ela começa a se descondicionar desse comportamento. É o mesmo que ocorre no tratamento do Transtorno Obsessivo Compulsivo.
O paciente precisa estar muito motivado para se tratar. As outras pessoas não entendem, mas que sofre de Picking sente um grande prazer em se cutucar, arranhar, arrancar casquinhas, etc., assim como na Tricotilomania e nas Compras Compulsivas.

 

Exemplo de queixa de paciente de Picking:

"Olá, tenho 16 anos, tenho um sério problema, frequentemente estou mordendo pedaços dos dedos em volta da unha, quando estou ancioso é pior ainda, vou arrancando pequenos pedaços de pele até que faça machucados, não consigo parar com essa mania que ja está fazendo 3 anos. Gostaria de saber o nome dessa "Doença" e o que devo fazer. Obrigado"

 

Perguntas e Respostas sobre tratamento de Picking ou mania de se cutucar

Depoimentos de portadores de Picking ou mania de se cutucar