Tratar Apneia do Sono

Atualizado: 5 de Dez de 2020


Apneia do Sono piora tudo e simula Depressão
Muitas pessoa achem que sofrem de Depressão mas o problema é Apneia do Sono.



Muitas pessoas procuram psiquiatras achando que sofrem de Depressão, falta de memória, cansaço, sono durante o dia ou "esgotamento" quando na verdade o problema é a Apneia do Sono.


Sintomas da Apneia do Sono:

  • Acordar cansado.

  • Cansaço durante o dia.

  • Sonolência Excessiva Diurna.

  • Falhas de memória.

  • Irritabilidade.

  • Queda de libido.

  • Depressão.

  • Diminuição de concentração e de rendimento profissional.

  • Aumento de Pressão Arterial e Pulmonar

Causas da Apneia do Sono:


• Obstrução do fluxo de ar causada por flacidez da musculatura da garganta, desvio de septo nasal, problema nas narinas. • Dormir de boca aberta. • Excesso de peso.

Nem sempre quem dorme com o paciente percebe que ele ronca e tem pausas na respiração, como se fossem “engasgos”, seguidas de grandes puxadas de ar.

O paciente quase nunca sabe que tem Apneia, por isso a Polissonografia é tão importante.

O paciente na maioria das vezes não percebe essas pausas respiratórias, que podem chegar a centenas numa noite.

A Apneia do Sono provoca uma diminuição geral da oxigenação do corpo e prejudica todo o organismo.

Ela piora a qualidade de vida, aumenta a incidência de Hipertensão (pressão alta), Infarto do Miocárdio, Acidente Vascular Cerebral (AVC ou "derrame").

Pacientes com Apneia Obstrutiva do Sono não tratada têm mortalidade maior do que a população não apneica da mesma idade.


Tratamento da Apneia do Sono:

  • Perda de peso.

  • Aparelhos dentários especiais para usar só durante a noite. O principal tratamento é o CPAP ou Bipap, que são aparelhos compostos de um motor silencioso e uma pequena máscara, usada durante o sono.

Quando um paciente de Apneia precisa medicação?

  • Muitos pacientes precisam de medicação estimulante (Stavigile, Ritalina, Ritalina LA, Concerta, Venvanse) até comprarem e calibrarem o CPAP.

  • Alguns pacientes, mesmo com uso regular do CPAP continuam com uma Sonolência Diurna que atrapalha a vida. Para esses pacientes os Estimulantes são muito úteis.

Medicamentos para dormir da família dos Benzodiazepínicos devem ser evitados porque deprimem o Centro Respiratório, agravando a hipóxia. Se o paciente precisa de medicação para dormir, o médico vai preferir alguns Antidepressivos ou Neurolépticos específicos que melhoram o sono. A cirurgia de garganta ou mandíbula e as almofadas que obrigam a pessoa a dormir de lado são pouco eficazes.

© 2020 por mentalhelp