Sexo, Disfunção Sexual

Sexo, Disfunção Sexual

Só se trata perda de libido psicologicamente depois de excluir causas orgânicas e hormonais.

Olá! Tenho 24 sofri de ansiedade desde os 16 e cheguei à depressão aos 21 durante dois anos fiz tratamento com o medicamento Quetiapina 100 ml e nesse período perdi completamente a libido até mesmo a sensibilidade nos seios. Hoje me considero curada da doença, porém, minha libido voltou mas muito baixa mesmo não sinto quase nada e a sensibilidade nos seios então nem se fala, simplesmente sumiu! Será q algum dia vai voltar ao normal? O q devo fazer? Procurar novamente o psiquiatra ou sexólogo dessa vez? Desde já agradeço!

Quetiapina (Seroquel, Kitapen, Neotiapim, Quetipim, Quetros, Queopine, Queropax) pode diminuir a libido principalmente quando aumenta a Prolactina. Mas depois que você suspendeu, deveria ter normalizado. Antes de ir num terapeuta sexual procure um Endocrinologista para conferir os hormônios. Só se trata psicologicamente depois de excluir causas hormonais e orgânicas.

Quais as causas de mudanças drásticas na sexualidade da minha mulher?


Minha esposa esta sofrendo de um transtorno de sexualidade, pois começou a fazer propostas de sexo indiscriminadamente para irmãos, sobrinhos, etc. Amo minha esposa, e esta não é ela. Saiu de casa com outra mulher, não retorna há duas semanas. Gostaria de saber da possibilidade de uma internação involuntária, com remoção, para iniciar um tratamento efetivo. Temos três filhos e eu como esposo, nunca a tratei mal, nem sequer chamei de boba, mesmo sabendo destes problemas. Tenho muita racionalidade, o suficiente para buscar ajuda neste sentido, e ter minha esposa maravilhosa de volta para seu lar.

Uma coisa é desinibição sexual, outra coisa é procurar irmãos e sobrinhos. Existem muitas causas para mudanças drásticas na sexualidade, por exemplo, doenças neurológicas, fases maníacas ou hipomaníacas do Transtorno Bipolar, efeitos de medicamentos estimulantes ou mesmo anabolizantes, drogas, e até mesmo psicológicas. Claro que o marido e pai de três filhos quer saber o que está acontecendo. O problema é que você provavelmente não consegue convencê-la a fazer uma avaliação neurológica e psiquiátrica. Obrigá-la a isso, com remoção e internação não é possível sem ordem judicial, acredito eu. Não sou psiquiatra forense, mas acho (não tenho certeza!) que o caminho é um advogado expor o problema a um juiz que pode pedir a intervenção de um psiquiatra perito de confiança dele.

Ejaculação precoce tem cura?

Tenho 27 anos e há um mês comecei meu tratamento contra ejaculação precoce com 10 mg de Escitalopram. Gostaria de saber se este é de fato o melhor medicamento para esse caso ou se a Paroxetina ou outro ansiolítico podem ser melhor para esse caso? Quanto tempo o Escitalopram tempo em média demora para funcionar? Ejaculação precoce tem cura?

Escitalopram (Lexapro, Exodus, Reconter, Sedopan, Serolex, Escilex, Esc) pode ser bom, mas Paroxetina (Aropax, Paxil CR, Pondera, Cebrilin, Roxetin, Paxan, Benepax, Aotin, Moratus, Paxtrat, Praxetina) costuma ser melhor. O caso é que não existe um remédio que seja "o melhor de todos para todo mundo" Geralmente o Escitalopram demora menos de uma semana para ter esse efeito colateral, que no seu caso é efeito desejado.
Se ejaculação precoce tem cura: pode melhorar com a idade, com maior número de relações e com algumas técnicas comportamentais que os terapeutas sexuais ensinam.

Anafranil é melhor que Paroxetina para ejaculação precoce?

Olá, gostaria de saber se o Clomipramina (Anafranil), por vir indicado na bula que serve também como tratamento da ejaculação precoce, pode ser melhor que o Paroxetina, haja vista que este medicamente, ao contrário daquele, não traz em sua bula nenhuma informação sobre a especialidade para a ejaculação precoce. Qual dos dois é o mais eficiente? Podes, se possível com certo detalhamento, me informar sobre o mecanismo de ação desses medicamentos citados e sua eficácia?

Ambos são usados em ejaculação precoce. Existe pergunta igual nesta página.

Como diminuir a compulsão sexual que está acabando com o casamento?

Estou sofrendo de compulsão sexual, meu casamento foi por água abaixo, pois tudo que faço tem que ter envolvimento de pornografia, estou me masturbando muito. Li que isso não é normal. Se vejo uma pessoa, quero fazer sexo não importa com quem. Preciso de um tratamento antes que as coisas piorem mais do que já estão.

Esse é o típico tratamento que deve ser feito com psicoterapia mais medicação, especialmente alguns antidepressivos que diminuem a libido. Ou seja, o que outras pessoas reclamam como sendo um colateral de alguns antidepressivos (diminuição da libido), para você pode ser a salvação do casamento. O Psiquiatra provavelmente também pesquisará se você tem excesso de Testosterona.