Sexo, Disfunção Sexual

Sexo, Disfunção Sexual

Tolrest (Sertralina, Assert, Zoloft) pode baixar a Testosterona?

Faço tratamento de reposição de testosterona há meses, com o aumento dos níveis a cada aplicação quinzenal de Durateston. Estranhamente, o ultimo teste marcou 7, 4 (contra 16 da ultima coleta e abaixo de antes do início da reposição). A única diferença entre o último exame e os demais, é que há 2 meses +/- estou tomando Tolrest. Tolrest pode interferir nos níveis de testosterona? Pq a libido com ele diminuiu bastante.

Tolrest (Sertralina, Assert, Zoloft) pode baixar a libido, no sentido de retardar a ejaculação e diminuir o interesse sexual, mas não o nível de Testosterona. Converse com o endocrinologista sobre a reposição de testosterona e com psiquiatra se não é possível trocar o Tolrest por outro antidepressivo que não baixe a libido.

Fui abusada sexualmente e desde os 13 estabeleço relações sexuais com vários meninos sem compromisso algum

Olá, tenho 16 anos e já fui abusada sexualmente. Desde os 13 estabeleço relações sexuais com vários meninos, sem compromisso algum, e não consigo me livrar desse costume. Já fiz sexo com todos os meus amigos, apesar de me envergonhar disso, não consigo controlar minhas vontades. Já tentei várias vezes parar com isso, mas na falta dessas relações eu me sentia deprimida e angustiada. Na verdade, sou virgem, e nunca houve penetração; antes do abuso, que ocorreu aos 15, eu tinha vontade de perder a virgindade, eu só esperava a pessoa certa. Após o abuso, no qual ocorreu com um desses garotos, a vontade de perder a virgindade sumiu completamente e eu sinto muito medo quanto a isso, e não consigo me desinibir e enfrentar essa situação, apesar de querer. O que você acha que eu tenho? Sinto que sou ninfomaníaca ou algo do tipo, mas não consigo aceitar isso. Além disso, sinto um bloqueio quanto à questão da virgindade, um certo pavor invencível. Queria uma opinião externa.

As estórias de abuso sexual sempre trazem consequências emocionais angustiantes, que pode ser a causa da prática de sexo relatada.
Atualmente os autores fazem distinção entre transtorno obsessivo compulsivo por sexo e vício sexual. É considerado um transtorno (TOC), quando está relacionado a uma atividade desagradável, mas a pessoa não consegue resistir e, o desejo elevado prejudica as atividades diárias e relacionamentos afetivos. No vício, a pessoa também não consegue conter o impulso, mas a atividade é sentida como prazerosa, como é o caso da adição por drogas.
O desejo sexual aumentado na mulher, com a prática sexual é chamado de ninfomania e no homem, satiríase. Em ambos os sexos, a prática, não consegue satisfazer todos os desejos sexuais da pessoa e por isso sente necessidade de ter vários atos. Psicodinamicamente falando, é provável que o desejo de afeto, medo de relacionamento, esteja muito acima do desejo de sexo.
Em qualquer uma das situações descritas, é importante o acompanhamento psicológico. É também muito importante, a elaboração emocional, com ajuda de um terapeuta, desse abuso, para que você possa ter uma vida sexual e afetiva saudável.
Procure ajuda o mais rápido que puder e boa sorte nos seus relacionamentos verdadeiros! Psicóloga Ivonete Garcia

Só se trata perda de libido psicologicamente depois de excluir causas orgânicas e hormonais.

Olá! Tenho 24 sofri de ansiedade desde os 16 e cheguei à depressão aos 21 durante dois anos fiz tratamento com o medicamento Quetiapina 100 ml e nesse período perdi completamente a libido até mesmo a sensibilidade nos seios. Hoje me considero curada da doença, porém, minha libido voltou mas muito baixa mesmo não sinto quase nada e a sensibilidade nos seios então nem se fala, simplesmente sumiu! Será q algum dia vai voltar ao normal? O q devo fazer? Procurar novamente o psiquiatra ou sexólogo dessa vez? Desde já agradeço!

Quetiapina (Seroquel, Kitapen, Neotiapim, Quetipim, Quetros, Queopine, Queropax) pode diminuir a libido principalmente quando aumenta a Prolactina. Mas depois que você suspendeu, deveria ter normalizado. Antes de ir num terapeuta sexual procure um Endocrinologista para conferir os hormônios. Só se trata psicologicamente depois de excluir causas hormonais e orgânicas.

Quais as causas de mudanças drásticas na sexualidade da minha mulher?


Minha esposa esta sofrendo de um transtorno de sexualidade, pois começou a fazer propostas de sexo indiscriminadamente para irmãos, sobrinhos, etc. Amo minha esposa, e esta não é ela. Saiu de casa com outra mulher, não retorna há duas semanas. Gostaria de saber da possibilidade de uma internação involuntária, com remoção, para iniciar um tratamento efetivo. Temos três filhos e eu como esposo, nunca a tratei mal, nem sequer chamei de boba, mesmo sabendo destes problemas. Tenho muita racionalidade, o suficiente para buscar ajuda neste sentido, e ter minha esposa maravilhosa de volta para seu lar.

Uma coisa é desinibição sexual, outra coisa é procurar irmãos e sobrinhos. Existem muitas causas para mudanças drásticas na sexualidade, por exemplo, doenças neurológicas, fases maníacas ou hipomaníacas do Transtorno Bipolar, efeitos de medicamentos estimulantes ou mesmo anabolizantes, drogas, e até mesmo psicológicas. Claro que o marido e pai de três filhos quer saber o que está acontecendo. O problema é que você provavelmente não consegue convencê-la a fazer uma avaliação neurológica e psiquiátrica. Obrigá-la a isso, com remoção e internação não é possível sem ordem judicial, acredito eu. Não sou psiquiatra forense, mas acho (não tenho certeza!) que o caminho é um advogado expor o problema a um juiz que pode pedir a intervenção de um psiquiatra perito de confiança dele.

Ejaculação precoce tem cura?

Tenho 27 anos e há um mês comecei meu tratamento contra ejaculação precoce com 10 mg de Escitalopram. Gostaria de saber se este é de fato o melhor medicamento para esse caso ou se a Paroxetina ou outro ansiolítico podem ser melhor para esse caso? Quanto tempo o Escitalopram tempo em média demora para funcionar? Ejaculação precoce tem cura?

Escitalopram (Lexapro, Exodus, Reconter, Sedopan, Serolex, Escilex, Esc) pode ser bom, mas Paroxetina (Aropax, Paxil CR, Pondera, Cebrilin, Roxetin, Paxan, Benepax, Aotin, Moratus, Paxtrat, Praxetina) costuma ser melhor. O caso é que não existe um remédio que seja "o melhor de todos para todo mundo" Geralmente o Escitalopram demora menos de uma semana para ter esse efeito colateral, que no seu caso é efeito desejado.
Se ejaculação precoce tem cura: pode melhorar com a idade, com maior número de relações e com algumas técnicas comportamentais que os terapeutas sexuais ensinam.